About

Popular Posts

quarta-feira, 9 de novembro de 2011

Como medir a Pressão Arterial?

Pressão Arterial


Como medir corretamente a pressão arterial?


A medida ocasional da pressão arterial realizada pelo paciente fora do ambiente médico, preferencialmente utilizando um aparelho validado, é chamada de automedida da pressão arterial.

A automedida da pressão arterial é muito útil  tanto para o diagnóstico da hipertensão arterial (pressão alta) como também, para o acompanhamento dos pacientes hipertensos.O valor da  pressão arterial obtido no ambiente médico (consultório, clínica ou hospital) poderá apresentar algumas limitações.


Nestas situações a pressão arterial poderá se manter dentro da média habitual (maioria dos casos), poderá se elevar (cerca de  20%   dos casos) ou até se apresentar com valores inferiores aos obtidos habitualmente em medidas realizadas em casa ou durante o trabalho (cerca de 10% dos casos).


A MAPA (monitorização ambulatorial da pressão arterial) e a MRPA  (monitorização residencial da pressão arterial) são exames complementares baseados em medidas da pressão arterial  realizadas fora do ambiente médico.


Como realizar corretamente a automedida da pressão arterial? 


- Devemos realizar a medida da pressão arterial em situações normais do cotidiano. As medidas da pressão arterial  realizadas em situações de estresse, nervosismo, dor ou após uma noite ruim de sono, poderão não traduzir a pressão arterial habitual do paciente. Evite medir a pressão arterial nestas situações.


- A medida da pressão arterial também não dever ser um ato diário ou compulsivo, pois a própria expectativa sobre o valor obtido da pressão arterial poderá afetar o valor destas medidas.

- Realize as medidas da pressão arterial em ambiente tranquilo, com temperatura agradável, com a bexiga vazia, ser ter feito exercícios físicos 60 minutos antes.Também é importante não ter ingerido álcool, café , alimentos ou ainda, não ter fumado 30 minutos antes destas medidas.


- É necessário um repouso na posição sentada pelo menos 5 minutos antes das medidas. Não fale durante as medidas. 

- Utilize um aparelho de medida da pressão arterial adequado. Os aparelhos eletrônicos  validados  (testados por entidades especializadas) são os ideais,  pois minimizam erros na interpretação das medidas da pressão arterial. Os aparelhos aneróides, aqueles que contém uma espécie de relógio redondo, e os de coluna de mercúrio, utilizam um método de medida da pressão arterial chamado de palpatório-auscultatório, o qual exige um treinamento adequado.Nestes casos a medida da pressão arterial é obtida a partir de sons audíveis sob a artéria braquial.


- Coloque o manguito (bolsa de borracha) no braço livre de roupas.Evite o garroteamento (compressão) causado por roupas apertadas. Se o seu braço for muito grosso (circunferência medida com fita métrica igual ou maior que 35 cm) ou muito fino (circunferência igual ou menor que 26 cm), será necessário a utilização de um manguito de tamanho especial, fora do padrão habitual.


- Realize as medidas sentado, com as costas apoiadas. Utilize sempre o mesmo braço ou aquele que apresenta maiores valores de pressão arterial (geralmente o braço esquerdo). Apoie o braço  na altura do coração com a palma da mão voltada para cima.A parte inferior do manguito deverá estar cerca de 2 a 3 cm acima da prega do cotovelo (região que divide o braço do antebraço).Não fale durante as medidas.


- Realize  3 medidas logo ao acordar,  e  duas horas antes e após o jantar ou almoço , totalizando neste dia  um total de 9 medidas. Anote em uma cardeneta o dia, a hora e o valor obtido em cada medida. Traga as anotações para o seu médico no dia da sua consulta. Estas medidas poderão ser mais úteis do que as poucas medidas realizadas no dia da consulta.

Autor: Dr. Tufi Dippe Jr. – Cardiologista e especialista em Hipertensão Arterial pela SBH.



APRENDER A TOMAR A PRESSAO

 Aguns cursos não ensinam o agente de saúde a tirar pressão sanguínea. Outros não conseguem comprar o equipamento necessário. Porem, tirar a pressão e uma habilidade importante - principalmente nas comunidades onde pressão alta e as doenças correlatas são comuns. 
É importante também para aqueles que examinam as gestantes durante a gravidez. A pressão alta aumenta o risco durante o parto e um aumento da pressão no final da gestação pode ser sinal de toxemia da gravidez (veja ONHM p. 274).

       Qualquer pessoa que sabe contar pode aprender a tomar a pressão.

       O aluno aprende melhor a tomar a pressão quando compreende o princípio básico. Por isso é melhor ele aprender com um aparelho de pressão antigo, de mercúrio, ou pelo menos ver como funciona.

       Com esse aparelho o aluno pode ver como a pressão eleva o mercúrio dentro do tubo. A pressão é medida em milímetros (mm) de mercúrio



Explique o que vai fazer, para evitar que a pessoa fique com medo.

       · Aperte a manga do aparelho de pressão ao redor da parte superior do braço nu.

       · Feche a válvula da pera de borracha girando o parafuso no sentido do relógio.

       · Eleve a pressão, bombeando ate chegar acima de 200 mm de mercúrio.
A partir de certo

ponto o sangue para porque o coração não consegue vencer a pressão que o aparelho faz no bravo da pessoa.

       · Coloque o estetoscópio sobre a artéria, na parte interna do cotovelo.

       · Solte a pressão, abrindo, bem devagar, o parafuso da pera de borracha.

       · Com o estetoscópio, escute o pulso, enquanto continua a deixar o ar sair da manga do aparelho.

Enquanto o nível de mercúrio (ou a agulha no mostrador da válvula) esta caindo, faca duas leituras:

       
       1. Faça a primeira leitura no momento em que começa a ouvir as batidas do pulso. Isso acontece quando a pressão na manga do aparelho esta igual à pressão mais alta que ocorre na artéria (pressão sistólica ou pressão máxima).
Essa pressão é alcançada cada vez que o coração se contrai e empurra o sangue através das artérias.

Na pessoa normal, essa pressão em geral esta em torno de 110 a 120 mm.


       2. Continue soltando devagar a pressão, escutando com atenção. Faça a segunda leitura quando o som do pulso fica fraquinho ou desaparece. Isso acontece quando a pressão na manga do aparelho esta igual à pressão mais baixa, que ocorre na artéria (pressão diastólica ou pressão mínima).
Essa pressão é alcançada quando o coração descansa entre as pulsações. Normalmente esta em torno de 60 a 80 mm.

       Ao registrar a pressão, anote sempre as duas leituras. Dizemos que a pressão normal de um adulto a de "12 por 8" e anotamos assim:

       120
     _____          ou  120/80 120 é a pressão sistólica, máxima ou superior
       80                      80 e a pressão diastólica, mínima ou inferior


       Para evitar palavras complicadas, como sistólica e diastólica, é melhor usar os termos "pressão superior" e "pressão inferior
".
Antes do aluno começar a tomar a pressão, ele precisa saber usar o estetoscópio. Faça os agentes ouvirem o coração uns dos outros, para acostumarem com o som das batidas.

       · Faça o agente ver que não deve usar o estetoscópio ou o aparelho de pressão como algo "mágico" que leva as pessoas a acreditarem que ele tem conhecimentos ou poderes especiais. Deve use-los como ferramenta - quando necessário - nunca para se mostrar.


       · A pressão precisa ser tomada quando a pessoa esta em repouso. Se a pessoa faz exercício (correr, andar ou trabalhar), se esta zangada, preocupada, com medo ou nervosa, a pressão pode subir e mostrar leitura falsa elevada. É comum a pessoa ficar nervosa no consultório do médico. Converse sobre isso com os agentes. Discutam o que pode ser feito para a pessoa ficar a vontade antes de tirar a pressão.


       · Sempre tire a pressão 2 ou 3 vezes para ter certeza que a leitura esta correta.

       · A pressão normal para um adulto em repouso esta em torno de 120/80, mas isso varia muito. 

Podemos considerar normal para a pressão superior qualquer valor entre 100 e 140 e para a pressão inferior qualquer valor entre 60 e 90. As pessoas de mais idade, em geral, tem a pressão um pouco mais alta do que os jovens. 

      · Das duas leituras (superior e inferior), geralmente a inferior diz mais sobre a saúde da pessoa... Por exemplo, se a pessoa tem pressão 140/85, não há muita razão para preocupação. Mas se tem pressão 135/110, a pressão está perigosamente alta e a pessoa precisa emagrecer (se a gorda) ou receber tratamento. Se a pressão inferior esta acima de 100, isto significa que a pressão exige atenção especial (dieta ou talvez remédio).
 
       · Explique aos agentes que, em geral, não ha motivo de preocupação se uma pessoa regularmente apresenta pressão baixa. Na realidade, a pressão um pouco mais baixa que o normal, 90/60 a 110/70, significa que a pessoa tem maior probabilidade de viver, mais e menor probabilidade de sofrer do coração ou ter derrame. Muita gente normal e sadia, principalmente na América Latina, tem pressão 90/60.
       · Uma queda brusca ou acentuada de pressão é sinal de perigo (hemorragia, choque), principalmente se cai a menos de 60/40. 0 agente de saúde precisa prestar atenção nisso em pessoas que estão perdendo sangue ou se há risco de choque. Entretanto, a pressão pode, normalmente, cair um pouco quando a mulher relaxa depois do parto, ou quando uma pessoa se acalma depois de um acidente. Procure sempre outros sinais de choque, além da queda de pressão. (Veja o teste para choque na p. 16-11).
































































































Como aferir a Pressão Arteria


Reações:

0 comentários:

Postar um comentário